Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

The Blindside de John Lee Hancock, conta-nos uma história entusiasmante baseada no livro The Blindside:  Evolution of a Game de Michael Lewis. O foco do filme, é a vida de Quinton Aaron, um jovem sem abrigo que é ajudado e mais tarde acolhido por uma família.

O que me poderia parecer um filme pipoca, deixou de o ser quando vejo Sandra Bullock a interpretar o papel de uma mãe com dois filhos e que debaixo do ombro consegue encaixar mais um, com o triplo do seu tamanho. Não perdendo as suas piadas sempre "bem afiadas", consegue mostrar o seu lado mais dramático. Surpreende-nos com a sua sensibilidade que ora  se mostra, ora se esconde e se distancia.

Mesmo sendo uma história com um desenrolar previsível e com final feliz, vale pela riqueza daquele caso de vida. Demonstra-nos a importância da inclusão daquilo que na nossa cegueira deixamos de ver e aceitar. É simples, credível e emocionante.

 

 



publicado por J. às 15:44 | | Comment

Comments:
De Tangerina a 11 de Fevereiro de 2010 às 00:32
QUERO VER!


comment

About J.

J.

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Recentismos

Transformação

Fiz uma fractura...

Dream a little dream

Lost

La lengua de las mariposa...

Palavras que nos dizem

Butterflies Instead

Companhia do anoitecer

Pequena Homenagem

A Felicidade, Amanhã...

Piggy Bank

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

desenho

filmes- companhia do anoitecer

filmes- companhia do pôr-do-sol

música

teatro

todas as tags

Time goes by...
blogs SAPO
subscrever feeds